No Instagram

Famosos reagem à morte de Fernando Chalana: "Hoje, morreu a infância"

Fernando Chalana morreu na madrugada desta quarta-feira, dia 10, aos 63 anos. Foram já inúmeros os famosos que reagiram a esta triste notícia.

A morte de Fernando Chalana, na madrugada desta quarta-feira, dia 10, aos 63 anos, deixou o país em choque. O antigo futebolista, um dos melhores de sempre do nosso país, sofria de Alzheimer.

Perante este desfecho trágico, foram já vários os famosos que fizeram questão de homenagear o "Pequeno Genial", como era conhecido Fernando Chalana, nas redes sociais.

"Grande Chalana, vai em paz", escreveu a atriz Noémia Costa, na fotografia da antiga glória do Benfica, partilhada, no Instagram.

"Partiu, hoje, um dos nossos maiores de sempre", lamentou Vasco Palmeirim.

Paulo Futre também fez questão de homenagear o "grande ídolo".

"O meu grande ídolo, Fernando Chalana, faleceu hoje. O pequeno grande génio. Sempre será a minha maior referência e inspiração. Os meus mais sinceros pêsames para a família. Até sempre, Mito", escreveu o, também, antigo craque.

"Hoje, morreu a infância. Fernando Chalana foi o herói de toda uma geração de benfiquistas e amantes do futebol em estado puro. As fintas. A forma como, com um movimento do corpo, sentava os defesas. Aquele Euro 84, claro. Mas e o golaço de fora da área, que, uma vez, abriu a contagem num Benfica-Varzim? As coisas que guardámos! E quando, num dérbi, meteu um golo quase da linha de fundo, para, depois, correr para os adeptos, desejosos de invadir o campo, em festa, daí a minutos? Eu era um menino, sentado nas escadas do estádio, a espreitar por entre os chapéus brancos de sol, aqueles em forma de OVNI, para aquele extraterrestre da camisola 10. O melhor que vi com a camisola do meu clube. E humano. Era o maior, mas de estatura baixa e de uma humanidade que parece irreal, quando olhamos para os inatingíveis génios do futebol de hoje, com as suas entourages, assessores e redes. Chalana foi tão maior do que o seu metro e 65", começou por frisar Pedro Ribeiro, no longo desabafo que partilhou, no Instagram, relacionado com a perda.

"Foi fantasia, malandrice, infância a jogar à bola, foi génio e, como todos os heróis que são humanos, foi enganado, abusado e maltratado, deslumbrou-se e desiludiu-se. Mas foi gigante, grande e imenso como a infância. Que hoje morreu mais um bocadinho. Chalana, 'obrigado' não chega para o tanto que deste àquele miúdo que ia à 'catedral' com esperança em ver-te e a fé absoluta que uma finta tua ia acabar por resolver e deixar tudo bem. Tendo em conta a prisão interior em que viveste nos últimos anos, é com um sorriso que penso, no meio da imensa tristeza, que tu, querido Chalana, ainda tiveste engenho e arte para, com um movimento de ginga, sentares a doença e avançares para o campo, agora aberto para ti, rumo ao golo. Lenda Absoluta. Ouves o barulho ao fundo? É a multidão, rendida, a fazer-te vénias. E está lá o puto Pedro. De lágrimas nos olhos. Bom descanso, melhor número dez de sempre", terminou.

"Chalana, obrigado por tantas fintas incomparáveis... e aquele penálti ganho contra a União Soviética a 13 de novembro de 1983, na Luz? Eu estava lá nas bancadas! Valeu-nos a ida, pela primeira vez, a um europeu... e, depois, foi o que se viu no 'França-84'", escreveu o jornalista José Carlos Araújo.

"É com grande tristeza que vejo desaparecer este génio do futebol português, que tão boas recordações me traz. Não posso esquecer, em especial, as exibições que me fizeram vibrar e me inspiraram durante o Euro 84. Descansa em paz", lamentou o treinador de futebol português Pedro Martins.

Ana Garcia Martins, mais conhecida como "A Pipoca Mais Doce", partilhou, nas redes sociais, uma foto de Fernando Chalana, acompanhada com um emoji em forma de coração destroçado.

Veja, agora, todas as homenagens na galeria de imagens que preparámos para si.

Relacionados