urlvisit

Bárbara Branco comovida com declaração de José Condessa: "És uma pessoa diferente de todas as outras"

Igor Pires
Conta-me como és - Fátima Lopes entrevista Bárbara Branco
Bárbara Branco no "Conta-me Como És"
Soraia Tavares no "Conta-me Como És"
Rui Maria Pêgo é o convidado de Fátima Lopes no próximo "Conta-me Como És"
Mónica Jardim entrevistada por Fátima Lopes no "Conta-me Como És"

A atriz Bárbara Branco teve uma conversa emotiva com Fátima Lopes, no programa "Conta-me como És".

Bárbara Branco foi a convidada deste sábado, dia 7, de Fátima Lopes, no programa "Conta-me como És". Numa conversa franca, a concorrente da edição mais recente de "A Tua Cara Não me é Estranha" abordou o trajeto pessoal e profissional.

Ao longo da entrevista, Bárbara Branco foi surpreendida com as declarações de colegas, professores, familiares e amigos. 

Houve, contudo, uma declaração em especial que comoveu a atriz, que faz parte do elenco da novela "Na Corda Bamba": trata-se das palavras do, também, ator José Condessa, namorado de Bárbara Branco há um ano e três meses.

“Já gostava de ti e já sofria de amores por ti há muito tempo”, recordou o ator. Afinal, José Condessa e Bárbara Branco eram amigos há muitos anos e, foi no decorrer dessa amizade, que o ator se apaixonou por Bárbara Branco, escondendo os seus sentimentos. 

“A Bárbara é uma das pessoas mais importantes da minha vida”, sublinhou, ainda, José Condessa, que recordou que foi no momento do falecimento da sua avó que compreendeu como Bárbara Branco é uma "pessoa diferente de todas as outras".

Visivelmente emocionada com a declaração romântica de José Condessa, Bárbara Branco contou que a maturidade é a base do namoro: “O facto de não termos sido o primeiro amor um do outro fez muita diferença. A nossa relação começou com uma amizade, o que ajudou a solidificá-la. Nós éramos amigos - e muito amigos. Também trabalhámos muito juntos e resultamos tão bem como atores! Sempre resultámos. Temos formas parecidas de trabalhar, temos, praticamente, os mesmos mestres, o que nos traz uma semelhança profissional que também ajuda. Mas a química não se ensina. A química nasce e acho que, como atores, é difícil encontrar alguém que se ligue exatamente como nós. [...] O facto de não termos sido o primeiro amor um do outro trouxe uma maturidade que não é normal para a nossa idade”.

(Re)veja a entrevista na íntegra.