urlvisit

Gustavo Santos emociona-se ao recordar infância difícil: "Viveram-se coisas muito feias lá em casa"

Gustavo Santos: «Eu levei 30 e tal anos a perdoar a minha mãe»
Gustavo Santos: «A dança salvou a minha vida»
Gustavo Santos recorda infância: «Em casa era culpado por tudo»
Em lágrimas, Gustavo Santos deixa mensagem à mãe
Gustavo Santos na Selfie!

O apresentador Gustavo Santos falou sobre a infância difícil e recordou alguns momentos que o marcaram para toda a vida.

Foi em conversa com Fátima Lopes, no programa "A Tarde É Sua", que Gustavo Santos revelou alguns pormenores desconhecidos acerca da infância.

"Podia ser uma pessoa revoltada e triste (...) A minha infância não foi fácil. O meu pai separou-se da minha mãe quando tinha dois meses. Foi viver com outra pessoa e depois foi para África trabalhar. Tenho uma irmã, que eu adoro, que vive no Quénia", começou por contar, antes de se emocionar e revelar,: "Perdoei a minha mãe aos 30 e tal anos. (...) Viveram-se coisas muito feias lá em casa, vários tipos de violência."

Depois, o, também, escritor aproveitou para deixar uma mensagem à progenitora: "A minha mãe foi uma pessoa que sofreu muito e quero aproveitar para lhe dizer que ela não tem de se sentir culpada de nada, nem arrependida de coisa nenhuma, porque está perdoada. Eu sei que ela me perdoou sempre que a revolta nascia em mim com as coisas que via lá em casa. (...) Mãe, foste uma super-mulher, e és. Obrigado por tudo."

Pai pela segunda vez há 20 dias, o apresentador de "Querido, Mudei a Casa" assume-se orgulhoso de conseguir viver a paternidade em pleno. "Tenho um enorme orgulho do homem que sou e um sentimento imensurável de honra pelo pai que me fiz. Nunca tive um pai que me ensinasse", confessou.

"É o melhor que há", disse Gustavo Santos, antes de sublinhar: "Não é uma frase feita, é mesmo verdade."

Noivo de Sofia Lima, Gustavo Santos revelou, ainda, como a pediu em casamento e como está a ser viver no Alentejo, com os dois filhos: o recém-nascido Xavier e Salvador, de 3 anos. "Estamos a viver uma quarentena altamente privilegiada", assumiu o apresentador, referindo-se ao local onde vive, com "muito ar para respirar", antes de se emocionar ao recordar aqueles que vivem numa situação difícil neste momento.

Veja, agora, o vídeo da conversa de Gustavo Santos com Fátima Lopes.