urlvisit
EXCLUSIVO

Carlos Costa no Madeira Pride: "Quando tinha 14 anos era chamado de gay e nem sabia o significado real dessa palavra"

Carlos Costa na Turquia
Carlos Costa relata episódio de assédio
Indignado, Carlos Costa pede respeito: "Parem de promover a homofobia"
Carlos Costa canta tema de Lady Gaga e Bradley Cooper
Carlos Costa removeu o órgão sexual? O cantor esclarece

A SELFIE conversou, em exclusivo, com Carlos Costa, que vai marcar presença no Madeira Pride, já no próximo dia 19, após a 3.ª Marcha do Orgulho LGBTI+.

"Como artista madeirense e apoiante pela luta pela igualdade, aceitei o desafio de montar um espetáculo para o fecho da noite, após várias atuações e uma marcha pela cidade", revelou o músico, que será responsável por um espetáculo no Jardim Municipal Do Funchal, onde interpretará algumas das músicas mais marcantes do seu percurso.

Sobre a importância e pertinência do evento, Carlos Costa afirmou: "Acredito que os jovens de hoje em dia precisam de ser encorajados a seguirem um caminho saudável e uma vida em verdade para uma realização pessoal mais autêntica."

Para o artista madeirense, o convite para voltar a participar no Madeira Pride, depois do sucesso no último ano, tem um significado muito especial.

"Viver numa ilha nem sempre é fácil. Não foi fácil para mim. Quando tinha 14 anos era chamado de gay e nem sabia o significado real dessa palavra", recordou.

Recorde-se que Carlos Costa ficou conhecido do público quando, aos 17 anos, participou no programa "Ídolos". Nos últimos anos, a par da carreira musical, tem procurado lutar contra a discriminação.