Afinal, o que mudou no restaurante Alameda após a passagem do "Pesadelo Na Cozinha"?

Esta semana, o Chef Ljubomir esteve em Sines, no mais recente episódio do "Pesadelo na Cozinha". E nós, como manda a praxe, quisemos espreitar o restaurante que foi alvo da intervenção do Chef e perceber se estão a seguir as recomendações à risca.

  • 11 nov 2018, 22:30

À chegada ao Alameda percebemos que este anuncia a chegada a território alentejano, com a traça típica do edifício a fazer jus à tradição da região.

Porém, como não somos de nos ficar pela primeira impressão, entrámos para perceber se a passagem do Chef se fazia notar também na decoração interior, mas, sobretudo, no prato. No interior, a decoração evidencia igualmente a ligação às tradições agrícolas, com diversos objetos da alfaia a decorar as paredes.

Começámos por pedir a especialidade da casa, que deu fama ao espaço, e não nos arrependemos. O Leitão à Bairrada, "assado aqui em forno próprio", como dizia ao anúncio, estava no ponto certo. Apreciadores desta iguaria, até o molho lambemos com o pão fresco que nos colocaram na mesa.

Quisemos igualmente saborear as também famosas sopas de bacalhau com espinafres e grão e, mais uma vez, a experiência não desiludiu. O sabor a mar surgiu apurado numa travessa típica, fazendo novamente jus a uma verdadeira "casa alentejana".

No final, terminámos com aquela que é uma das nossas sobremesas favoritas - o que só elevava a fasquia - e as expectativas não saíram goradas. O arroz doce estava no ponto certo de cozedura, cremoso e com a dose ideal de açúcar.

 

Relacionados

Patrocinados