urlvisit
EXCLUSIVO

Longe da mãe, Pedro Crispim presta homenagem emotiva: "Tem um coração gigante"

Longe da mãe, Pedro Crispim presta homenagem emotiva: "Tem um coração gigante"
Pedro Crispim: "É um amor que não encontro nos braços de mais ninguém"
Ana Arrebentinha e Pedro Crispim em direto no Instagram da SELFIE
Pedro Crispim e o bairro que o viu crescer
«Do outro lado da linha» com Pedro Crispim

Em declarações exclusivas à SELFIE, o stylist Pedro Crispim aproveitou o Dia da Mãe para prestar uma homenagem à familiar.

Em exclusivo à SELFIE, Pedro Crispim começa por sublinhar que, devido ao necessário distanciamento social, não vai poder viver este Dia especial, ao lado da mãe: "Vou aproveitar esta simpática boleia da SELFIE para chegar ao Alentejo, aos braços da minha mãe. Nesta altura, não estamos juntos, mas hoje é o Dia da Mãe e, portanto, não podia deixar passar em branco esta data. Ao contrário dos anos anteriores, não podemos trocar abraços, beijos e estar na presença uns dos outros... eu, os manos, a mãe e o pai, um beijinho muito grande".

"Existem alguns fatores que eu destaco na minha mãe, são tantas as características da minha mãe... É teimosa! Acima de tudo, a minha mãe destaca-se pelo coração gigante, cabe sempre mais um, mais um e mais um. É uma pessoa que olha sempre para o próximo, uma pessoa extremamente civilizada, sempre preocupada com o impacto das suas ações nos outros, das suas escolhas nos outros, com o que os outros precisam. Se puder dar a mão a alguém, vai dar. Se puder despir a camisa para alguém que precisa mais, ela vai passar a sua camisa ao próximo. É uma pessoa atenta ao mundo, informada. Foi na minha mãe que eu encontrei toda a componente criativa, é uma pessoa com bom gosto, vaidosa, atenta à moda, sempre a adorar trapos, os sapatos foram sempre a peça-chave da minha mãe, ela perdia a cabeça por um bom par de sapatos e é engraçado, porque a música, o teatro, o cinema, a pintura foram sempre áreas em que eu acabei por ir beber a este fonte que foi sempre a minha mãe, desde miúdo, desde pequeno", enumera o atual comentador do "Big Brother".

Para Pedro Crispim, a mãe do stylist combina ainda um lado racional com uma faceta mais sonhadora: "Eu destaco na minha mãe a humildade, os pés no chão, o lado racional/prático sem esquecer o lado sonhador e romântico. É engraçado como o casamento acabou por ser perfeito, não é? Entre o lado mais profano e prático e racional e depois toda uma componente sonhadora, romântica... e isso é a minha mãe. A minha mãe é assim! É capaz de levar tudo à frente pelos seus filhos e não encontro nenhuma entidade, nenhuma plataforma, ninguém no mundo que tenha mais força do que a minha mãe".

"Eu acho que este é o poder das mães. É o super poder, elas transformam-se para colocar debaixo das asas os seus filhos, mas a minha mãe, além de colocar debaixo das asas os seus filhos, é capaz de colocar o mundo, levar o mundo debaixo das asas. Portanto, parabéns, minha mãe! Pela generosidade, pelos pés no chão, pelo olho clínico, pela atenção ao próximo, porque é disso que nós somos feitos. A minha mãe é a minha arquiteta e eu sou o que sou, porque obviamente aprendi com ela. Obrigado! Beijinhos. Feliz Dia da Mãe! Aliás, Feliz Dia da Mãe para todas as mães do mundo porque isto é cada vez mais uma tarefa de heróis, ser pai e ser mãe hoje em dia. Um beijinho para todos!", termina.

Veja, agora, o vídeo com a homenagem de Pedro Crispim.