EXCLUSIVO

Ângelo Torres: "A 'Única Mulher' foi um daqueles presentes que passamos a vida à espera"

A propósito do 25.º aniversário da TVI. Fátima Lopes fez questão de dar os parabéns à estação e de recordar os melhores momentos.

"A televisão de todos nós: é isso que é a TVI. A TVI inaugurou uma forma de fazer televisão, na qual os espetadores se sentem parte integrante dessa televisão. [...] A televisão de todos nós. Nós todos somos TVI", sublinhou o ator.

A primeira recordação de Ângelo Torres remonta ao ano de 1994/95: "O primeiro programa que me lembro, e que até tentei participar, foi o 'Jogo do Ganso'. [...] A nível de ficção, as novelas da TVI marcaram-me imenso, como 'Anjo Selvagem', 'Doce Tentação', 'Doce Fugitiva'".

"Mas sempre pensei que um dia havia de lá cegar e o convite para o meu primeiro papel foi para os 'Casos de Vida', e contracenei com Mina Andala e Rita Salema", lembrou a primeira participação na TVI.

O projeto que mais marcou o ator foi, sem dúvida, um dos grandes sucesso da TVI, como o próprio confessou: "Em 2014, a grande prenda que recebi e que não há como fugir. Eu defino-me até 'Única Mulher' e depois de 'Única Mulher'". A 'Única Mulher' foi um daqueles presentes que passamos a vida à espera e eu tive a sorte de ter o Norberto Venâncio como prenda."

Também Dalila CarmoPedro TeixeiraMarta MelroFátima Lopes e Pedro Barroso já deram os parabéns à TVI, em exclusivo, na Selfie.

Acompanhe o site TVI 25.º aniversário.