EXCLUSIVO

Em peregrinação a Fátima, Marcos Pinto confessa: "Sou um homem de muita fé"

Marcos Pinto em peregrinação a Fátima
Pivô Marcos Pinto recorda a mãe e presta uma homenagem
Conheça os destinos de eleição de férias de Marcos Pinto
Uma viagem por Viseu com Marcos Pinto
Marcos Pinto mostra-nos a Feira de São Mateus

Marcos Pinto concedeu uma entrevista exclusiva à Selfie, na qual se revelou um homem de fé.

Como surgiu a ideia de fazer esta peregrinação?

Sempre tive uma vontade enorme de fazer a peregrinação, a pé, até Fátima! E o sonho era sair da capela da Santa da minha terra até ao Santuário! Nesta fase da minha vida, decidi que era o tempo certo para agradecer a minha família, os meus amigos e o meu trabalho.

Com quem decidiste fazer esta viagem?

Com um grupo incrível, gente de fé e inspiradora, que me recebeu como família, nesta jornada.

Como correu?

O percurso teve de tudo: calor e sol, que até me queimaram a testa e o nariz [risos], e, também, frio e chuva.

Considera-se um homem de fé?

Sou um homem de muita fé! Deus é o arquiteto da minha vida e Nossa Senhora uma inspiração!

Foi cumprir alguma promessa?

Caminhar para agradecer, não fiz nenhuma promessa! Decidi fazê-lo com a associação "Peregrinar é o lema", de São João da Pesqueira.

Em que pensou durante a viagem?

Sem fazer nenhuma promessa, a viagem serviu para refletir, recordar e procurar inspiração para ser um homem melhor, o melhor pai para a Matilde e Madalena, e dar o meu melhor na TVI.

O que mais o impressiona em Fátima?

O que mais me impressiona em Fátima é a devoção e a emoção de estar no Santuário, que me inspira e me faz acreditar num mundo melhor! Foi uma jornada dura, de superação, em que o corpo faz uma maratona por dia e é levado ao limite, mas sem ser dor ou sofrimento! Eu, pelo menos, não vejo Fátima assim! Foi espetacular cruzar-me com peregrinos que vinham do Norte, juntos na alegria de peregrinar! Ser peregrino tornou-me um homem melhor!