Polémica: afinal, quem divulgou as fotos de Melania Trump nua?

O beijo de Melania Trump a Justin Trudeau que está a causar polémica
Brigitte Macron e Melania Trump em duelo de estilo
Rainha Letizia recicla vestido que estreou em encontro com Melania Trump
Kate Middleton ou Melania Trump: qual usa melhor o sobretudo branco?
Donald e Melania Trump em visita a Inglaterra

O livro "Free, Melania: The Unauthorised Biography" veio revelar informações polémicas acerca da divulgação das imagens da primeira-dama dos Estados Unidos da América nua.

O escândalo surgiu em 2016 quando, em plena campanha para as eleições presidenciais, foram divulgadas fotografias de Melania Trump nua, captadas durante os anos 90 por algumas publicações de moda.

Agora, alegadamente, a mulher do presidente dos Estados Unidos aponta o dedo a um dos homens mais próximos do marido, o antigo conselheiro da campanha eleitoral de Donald Trump, Roger Stone.

A informação surge no livro Free, Melania: The Unauthorised Biography, da jornalista da CNN Kate Bennett. "A teoria é que Trump estava a tentar ultrapassar uma má semana de campanha", assegura a jornalista que afirma que terá sido Donaldo Trump a mandar divulgar as fotografias da mulher nua.

Através de um comunicado enviado ao The Guardian, a Casa Branca afirma que Melania "está surpresa com a publicação de [Kate] Bennet".

A Casa Branca lamenta, ainda, o rumo que a obra tomou: "O nosso gabinete trabalhou com boa fé com Kate no seu livro e pensou que ela faria um trabalho honesto. Infelizmente, o livro inclui muitos detalhes e opiniões falsas, que mostram que Bennett falou com várias pessoas anónimas que não conhecem a primeira-dama".

Também, a mulher de Roger Stone escreveu àquela publicação negando a teoria apresentada no livro de Kate Bennet: "A suspeita afirmada no livro de Kate Bennett é categoricamente falsa e completamente ilógica. O meu marido e eu conhecemos Melania desde que ela começou a namorar com o Presidente. Nós gostamos muito dela e achamos que ela está a fazer um trabalho fenomenal enquanto primeira-dama."