urlvisit

Investigador considera Conan Osíris "pedrada no charco" que pode dar vitória a Portugal

com Lusa
Conan Osíris na Selfie
Famosos reagem à vitória de Conan Osíris

O músico Conan Osíris pode vencer o Festival Eurovisão da Canção e protagonizar um apelo à paz em Israel, defendeu o investigador Jorge Mangorrinha, considerando que 50 anos depois da "Desfolhada" Portugal volta a dar "uma pedrada no charco".

Após ter vencido o Festival da Canção, Conan Osíris tem andado nas bocas do mundo e as casas de apostas apontam-no como um dos favoritos a vencer a Eurovisão.

Agora, Jorge Mangorrinha, autor de vários estudos sobre a Eurovisão, considera que o #acolhimento do ponto de vista mediático e artístico" que o concorrente português tem granjeado faz dele "um potencial ganhador".

Além disso, o investigador diz que o músico "já tem estatuto e visibilidade para protagonizar um apelo de paz", afirmou à agência Lusa.

A realização do concurso em Israel "é desde logo um fator de polémica, pelo que um país concorrente tem um desafio acrescido para se evidenciar", sustentou o investigador, defendendo que Conan Osíris e a canção "Telemóveis" são uma "boa resposta" a esse desafio.

Conan Osíris (nome artístico de Tiago Miranda) apresenta ao mundo "um mix de fado, gipsy, arábico, dança, bem como uma história com grande simplicidade de meios, mas eficaz", considerou.

O tema "não é uma obra-prima literária nem musical, do ponto de vista da construção clássica de uma canção", como é "Amar pelos Dois", mas é, na opinião do estudioso, "uma originalidade, uma espécie de despertar de consciências", que faz a diferença e merece já o apoio de grupos de fãs.

Para o académico, Conan Osíris é "um génio, que com simplicidade faz muito", apesar de, como é próprio dos génios, "poder ser incoerente e criar sentimentos antagónicos de crítica feroz ou entusiasmo".

Lembre esse e outros sucessos de Conan Osíris.