Após polémica, autoridades retiram todas as acusações contra ator Jussie Smollett

Jussie Smollett livre de acusações de encenar ataque homofóbico e racista
As imagens da polémica detenção de Jussie Smollett
Jussie Smollett brutalmente agredido em ataque homofóbico e racista

Após ter sido acusado de encenar um ataque racista e homofóbico contra si mesmo, Jussie Smollett viu, agora, todas as acusações serem retiradas pelas autoridades.

O ator foi indiciado por 16 delitos por supostamente mentir à polícia quanto a um ataque racista e homofóbico, mas viu agora as acusações retiradas e, segundo os advogados que o representam, ficará com o cadastro limpo, tendo apenas que pagar cerca de 9 mil euros – 10 mil dólares – para sair em liberdade.

Jussie Smollett, de 36 anos, vai, ainda, realizar serviços comunitários.

No tribunal, Jussie falou abertamente sobre o caso. "Primeiro de tudo, quero agradecer à minha família, aos meus amigos, às pessoas incríveis de Chicago e do país todo que rezaram por mim, me apoiaram e me transmitiram tanto amor. Ninguém nunca saberá o quanto isso significa para mim e eu serei eternamente grato. Quero que saibam que nunca foi em vão. Eu fui verdadeiro e consistente em todos os níveis desde o primeiro dia. Eu não seria filho da minha mãe se fosse capaz de fazer uma coisinha só do que fui acusado", declarou o ator da série "Empire".

"Foi um período incrivelmente difícil para mim. Honestamente, um dos piores da minha vida", acrescentou Jussie Smollett que garantiu querer voltar e trabalhar e seguir com a sua vida: "Continuarei a lutar sempre por justiça, igualdade e mais direitos para os marginalizados".

Em causa estava o episódio em que Jussie Smollett relatou às autoridades que foi espancado por dois homens que, enquanto gritavam insultos racistas e homofóbicos, despejaram uma substância desconhecida sobre ele e lhe enrolaram uma corda ao pescoço.

Durante a investigação os dois irmãos nigerianos acusados de atacar o ator, que integraram a equipa da série "Empire", disseram à polícia que foram pagos para o atacarem.

Agora, as autoridades provaram que o cheque que os irmãos receberam seria para pagar treinos físicos.