Maria Vieira: "Já sabia que Portugal era constituído por idiotas, analfabetos, ignorantes e estúpidos"

Revoltada e indignada com o resultado das eleições europeias, Maria Vieira decidiu dar a sua opinião, através da página de Facebook.

"A abstenção atinge nestas eleições europeias em Portugal a marca record de 70% e tem socialistas miseráveis e toxicodependentes bloquistas que vêm clamar vitória sobre, tipo, coisa nenhuma! Ou seja, 30% de portugueses (basicamente socialistas convictos e empregados do Estado com ligações ao partido do governo que não querem perder o seu tacho ocupacional, assim como um considerável número de idiotas, inúteis, maconheiros e LGBT's do Bloco de Esquerda) acham que venceram um «escrutínio» de merda onde não tiveram oposição democrática e querem fazer crer ao país que o povo português os ama «bué», tás a ver", começou por escrever.

"Caramba, eu já sabia que Portugal era um país pobrezinho, muito triste e assaz miserável, maioritariamente constituído por idiotas, analfabetos, ignorantes e estúpidos da pior espécie, mas depois do dia de hoje passei a ter a certeza absoluta disso mesmo", concluiu. 

Ainda que tenha conquistado muitos aplausos com as afirmações, houve também que achasse que a eterna parrachita tinha ido longe demais com os comentários: "Falar da sua pátria neste tom, incluindo a maioria da população nesta descrição tão redutora faz de si o quê? Se lhe mete tanto repúdio, se calhar devia considerar emigrar para um país que mereça o seu respeito, e onde se pudesse rodear de pessoas do seu gabarito".

Recorde-se que as eleições para o Parlamento Europeu registaram, no passado domingo, dia 26, a taxa de abstenção mais elevada de sempre em Portugal, de 68,6%, mas o número de votantes foi superior em cerca de 30 mil.