Goucha

"Alguma vez agrediu a mãe das suas filhas?": Daniel Souza, ex-marido de Luciana Abreu, esclarece tudo!

O ex-marido de Luciana Abreu, Daniel Souza, concedeu uma entrevista, inédita, a Manuel Luís Goucha, para se defender das acusações da atriz.

"Alguma vez agrediu a mãe das suas filhas?", perguntou Manuel Luís Goucha a Daniel Souza, ex-marido de Luciana Abreu, na entrevista que este lhe concedeu, transmitida no vespertino da TVI, na passada segunda-feira, dia 11.

"Pelo contrário. Nunca", respondeu o guia turístico, acrescentando: "Houve discussões, é facto. Começaram a ser mais rotineiras. Os termos que foram descritos não fazem, sequer, parte da minha linguagem. Tudo o que foi falado, relativamente à acusação em si, não foi nada provado. Se formos a falar nesse aspeto, eu é que fui vítima. Levei empurrões. Terrorismo psicológico, comecei a viver um terrorismo psicológico, a partir do momento em que a confrontei com as questões do dinheiro, dos rituais."

O apresentador quis saber como é que o convidado definia este "terrorismo psicológico". "Terrorismo psicológico começa na relação que tinha com as filhas mais velhas [de Luciana Abreu]. Era tão boa que elas, de forma natural, me tratavam por 'papi', com todo o respeito pelo pai delas [Yannick Djaló]. Tínhamos uma relação muito saudável", respondeu Daniel Souza.

Manuel Luís Goucha voltou, entretanto, a tocar num outro ponto forte da acusação de Luciana Abreu, contra o ex-marido. "Alguma vez obrigou a mãe das suas filhas a ter relações sexuais, sem que ela tivesse vontade? Alguma vez abusou dela? Ou a violou?", perguntou o apresentador.

"É ridículo. É uma das acusações que não foi provada. Não foi, sequer, aceite pelo juiz. Aliás, ela queixava-se de que não tínhamos relações, é precisamente o contrário", respondeu o guia turístico.

"Vivi um autêntico terror psicológico e acabei por arrastar, inevitavelmente, uma família pacata, de onde eu, orgulhosamente, sou, um meio que é, tremendamente, pequeno e onde as notícias fazem um eco que não fariam numa cidade", revelou, ainda, o pai das gémeas Amoor e Valentine, de quatro anos.

Daniel Souza decidiu quebrar o silêncio, por já não aguentar mais permanecer calado. "Depois de tantas coisas horríveis que foram ditas sobre a minha pessoa, claro que há momentos em que, desesperadamente, chorei, gritei. Tive o apoio das pessoas nas quais sempre confiei na minha vida", afirmou.

Por fim, o convidado do programa "Goucha" confidenciou que precisou de terapia. "Sem dúvida, foram quase seis meses. Salvou-me e fez-me respirar e voltar àquilo que era, antes. Senti-me drenado por esta avalanche, sem luz", rematou Daniel Souza.

Veja, agora, o vídeo da entrevista concedida por Daniel Souza a Manuel Luís Goucha.

Relacionados