Júlia Pinheiro vive situação dramática: "Quando acordei tinha perdido a capacidade de locomoção"

Foi em entrevista a Cristina Ferreira que Júlia Pinheiro revelou ter perdido a capacidade de locomoção, um susto que abriu os olhos da apresentadora para o ritmo de trabalho intenso.

Júlia Pinheiro contou que sofreu um susto tremendo, no passado Natal, ao ter perdido a capacidade de locomoção. Felizmente, a apresentadora já se encontra bem, mas teve de diminuir a carga de trabalho, o que, também, a terá levado a abandonar a peça "Diálogos da Vagina", tendo sido, entretanto, substituída por Teresa Guilherme.

"Andava a sentir-me muito, muito cansada. Porque acabava aqui o programa e ia para o teatro, ou para uma cidade qualquer, e ao fim de semana trabalhava. Este Natal, aconteceu-me uma coisa que me me deixou muito preocupada. Acho que foi um sinal do meu corpo. E, às vezes, quando te vejo, também, te digo: 'Cuidado Cristina, tu trabalhas muito. Atenção, aos sinais que o corpo dá. E tu dizes sempre 'eu sei quando estou a precisar de descansar', eu não sabia e aconteceu-me uma coisa horrível", começou por explicar.

"A seguir ao almoço de Natal, adormeci, não tinha cometido excessos nenhuns, e, quando acordei, tinha perdido a capacidade de locomoção. Eu não me metia em pé. Perdi a capacidade da marcha. Levantava-me e não me conseguia equilibrar nas pernas. Convém dizer que não estava alcoolizada, nem sob o efeito de nenhuma substância. Foi um susto tremendo. Eu pensei 'isto é uma indisposição, vou-me meter na cama. Amanhã estou ótima.'. Não estava nada ótima, estava exatamente da mesma maneira ou pior. E, subitamente, fiquei muito assustada. [...] Como sabem a minha mãe teve um AVC o ano passado. Fui para o hospital e tive de ser estabilizada", continuou.

A apresentadora foi diagnosticada com uma subida vertiginosa da tensão arterial. Uma situação que fora justificada pelo médico pelo stress elevado, volume de trabalho e preocupações excessivas.