Nacional

Cristiano Ronaldo vai ser ouvido pela polícia, após ataque de fúria com adepto

O futebolista Cristiano Ronaldo vai ser ouvido pelas autoridades, após o polémico episódio em que o atleta atirou o telemóvel de um adepto ao chão.

Foi após a derrota do Manchester United frente ao Everton, no passado sábado, dia 9, que, à saída do relvado, Cristiano Ronaldo foi filmado a atirar o telemóvel de um adepto ao chão.

O adepto apresentou queixa e o caso que envolve o  craque português já está a ser investigado pelo Manchester United.

Entretanto, Cristiano Ronaldo pronunciou-se sobre a polémica nas redes sociais e retratou-se pelo sucedido: "Nunca é fácil lidar com emoções em momentos tão difíceis como os que estamos a passar. Ainda assim, temos sempre de ser respeitosos, pacientes e dar o exemplo para os mais jovens que amam o jogo bonito. Quero pedir desculpa pela minha reação e, se possível, gostaria de convidar o adepto para ver um jogo em Old Trafford, como sinal de fair-play e desportivismo."

Em comunicado, a polícia de Merseyside, no noroeste de Inglaterra, informou que "está a levar a cabo uma investigação, no seguimento de incidente no jogo entre Everton e Manchester United, em Goodison Park, envolvendo um jogador do Manchester United".

De acordo com o mesmo documento, as autoridades vão "falar com todas as partes envolvidas", incluindo Cristiano Ronaldo.

Relacionados