Mónica Jardim revela história tocante com namorado falecido: "Há coisas inexplicáveis"

Igor Pires
Conta-me como és - Fátima Lopes entrevista Mónica Jardim
Mónica Jardim entrevistada por Fátima Lopes no "Conta-me Como És"
Pedro Fernandes no "Conta-me Como És"
Kelly Bailey em produção fotográfica para a Vogue
Virgul entrevistado por Fátima Lopes no "Conta-me Como És"

A apresentadora Mónica Jardim teve uma conversa emotiva com Fátima Lopes, no programa "Conta-me como És".

Mónica Jardim foi a convidada deste sábado, dia 20, de Fátima Lopes, no programa "Conta-me como És". Numa conversa franca, a apresentadora abordou o seu trajeto pessoal e profissional.

No decorrer da entrevista, Mónica Jardim foi surpreendida com vários testemunhos de familiares e amigos. Foi o caso da madrinha de Crisma da apresentadora, Maria João, que foi essencial quando Mónica Jardim atravessou dois momentos delicados: as mortes do irmão e do namorado. Confessando ser uma pessoa que não é capaz de exteriorizar muito as suas emoções, Mónica Jardim acredita que os amigos sabem a importância do silêncio nos momentos de dor.

A apresentadora do "Somos Portugal" aproveitou, inclusive, para contar uma história tocante que envolve o falecido namorado, Miguel. "O Miguel tinha um sinal na palma da mão. Até hoje, eu não conheço ninguém que tenha sinais nessa parte do corpo. E eu costumava brincar com ele por causa disso. Entretanto, ele faleceu, os meses passaram... e apareceu-me um sinal na mão igual ao dele", contou Mónica Jardim, mostrando esse sinal. "Há coisas inexplicáveis", concluiu a apresentadora, visivelmente comovida.