Patrícia Tavares responde a perguntas indiscretas na Selfie

No âmbito do programa "Começar do Zero", que promove o desapego dos bens materiais, a Selfie lançou um desafio a Patrícia Tavares e soube tudo sobre o armário da atriz.

Quantidade ou qualidade?

Qualidade, sempre.

Quantas cuecas tem?

Uma gaveta e meia. Pequenas, mas arrumadinhas, bem dobradinhas. Umas 50.

Quantas calças de ganga?

Sete.

Quantos pares de sapatos tem?

Sapatos tenho alguns, mas, depois, uso sempre os mesmos. 20 já é um exagero.

Quantos biquínis ou fatos de banho tem?

Biquínis. Uns oito...

Quantas carteiras tem?

Carteiras tenho poucas. Muito poucas. Uso a mesma até romper... Isto não me soou nada bem [risos]. 

Qual a maior pechincha que já comprou?

Compro sempre tudo muito barato, praticamente, tudo nos Saldos. Portanto, é quase sempre pechincha [risos]. 

Quantas vezes vai às compras, por semana?

Só vou nos Saldos, por isso, é três, quatro vezes por ano.

É capaz de ir ao shopping e não comprar nada?

Sou capaz de ir a muitos sítios, sem comprar nada, já comer é que é mais difícil [risos].

Até quanto é capaz de gastar por uma peça de roupa?

Não dou muito. Normalmente, tiram-me da carteira. Eu dar, dou pouco. Acho que 50 euros já é um exagero.

Qual é a peça de roupa, ou acessório, mais caro que tem em casa?

Eu! [risos]. Deve ser um relógio, que me ofereceram.

Costuma ter peças por estrear no armário?

É capaz. Eu, às vezes, quando vou arrumar, descubro umas coisas que não sabia que tinha. Foi na loucura dos Saldos. Quando vou para usar, já nem se usa, mas tudo bem. É vintage, depois. É como eu, também, sou vintage [risos].

Relacionados

Patrocinados