Emilia Clarke, de "Game of Thrones", sofre dois aneurismas: "Disse para me deixarem morrer"

Emilia Clarke, a Daenerys Targaryen da série "Game of Thrones", revelou sofreu dois aneurismas e teve de ser operada ao cérebro.

Emilia Clarke, de 32 anos, surpreendeu ao revelar que sofreu dois aneurismas durante as gravações de "Game of Thrones", que lhe colocaram a vida em perigo.

A célebre Daenerys Targaryen sofreu um primeiro derrame cerebral na sequência de um aneurisma, aos 24 anos, quando acabava de gravar a primeira temporada da série "Game of Thrones", em fevereiro de 2011.

A  atriz contou como viveu o momento à revista The New Yorker, num testemunho escrito na primeira pessoa, intitulado "A Batalha da Minha Vida".

"Quando todos os sonhos da minha infância se estavam a concretizar, quase perdi o discernimento e, depois, a  minha vida", começou por escrever a atriz que, após o primeiro susto, teve de ser sujeita a uma intervenção cirúrgica.

Segundo o depoimento de Emilia Clarke, os primeiros sintomas fortes deram-se durante um treino com o personal trainer. "Fez-me ficar em posição de prancha e senti como se uma faixa elétrica estivesse a esmagar o meu cérebro". 

Após a cirurgia considerada "minimamente invasiva", a atriz recorda que acordou com uma "dor insuportável" e não se recordava do próprio nome. 

"Pronunciei umas palavras sem sentido. Nunca tinha sentido um medo como este, a sensação de que um destino terrível se acometia sobre mim", continua a descrever Emilia Clarkle que diz que a segunda temporada da série foi rodada com uma espécie de espada sobre a cabeça e que, a dada altura, pensou em desistir de viver.

"Nos meus piores momentos, queria desistir de tudo. Disse aos médicos para me deixarem morrer. O meu trabalho, todo o sonho do que eu queria ser na minha vida era centrado na linguagem e na comunicação. Sem isso, eu estava perdida", assume a atriz no relato dramático, que foi agravado quando, em 2013, numa consulta médica de rotina, descobriu que o aneurisma tinha duplicado de tamanho e tinha de voltar a ser operada.

"Prometeram-me uma intervenção cirúrgica sensível, mas mais fácil do que da última vez", recorda a atriz que, na altura, estava a gravar a terceira parte de "Game of Thrones".

"Parecia que tinha passado por uma guerra pior do que aquelas que Daenerys enfrentou. Partes do meu crânio foram substituídos por placas de titânio. Novamente, tive momentos em que perdi toda a esperança. Eu não conseguia olhar ninguém nos olhos. Tive ansiedade, ataques de pânico", assume Emilia Clarkle que, totalmente recuperada, aproveita o testemunho para deixar uma mensagem de apoio a todos os que enfrentam doenças cerebrais.

"Agora, estou a 100%. Além do meu trabalho enquanto atriz, decidi começar uma caridade que desenvolvi com parceiros no Reino Unido. Chama-se SameYou e pretende conceder tratamentos a pessoas a recuperar de danos no cérebro e AVC. Estou infinitamente grata", termina a atriz, que partilhou, também, um vídeo em que anuncia a criação da organização.