"Não devia publicar fotos em biquíni": mulher de António Raminhos é atacada e responde a críticas

António e Catarina Raminhos na SELFIE
Saiba qual foi o desafio que a Selfie lançou a António Raminhos
3 curiosidades que ninguém sabe sobre António Raminhos
António Raminhos na Selfie
Catarina Raminhos lança "Minore e a Magia das Cores"

Catarina Raminhos foi alvo de duras críticas, depois de ter publicado uma fotografia, na qual surge em biquíni. Os insultos não levaram a melhor da blogger, que decidiu responder à letra.

"Achei que não ia voltar a este tema tão cedo. Mas nos últimos três dias tenho recebido tantas mensagens que me sinto impelida a escrever, novamente, sobre o meu corpo. As minhas formas. O meu peso. A aceitação. A auto-estima. O amor próprio e tudo o que cabe nesta caixa", começou por escrever no blogue "7 da tarde e ainda não lavei os dentes". 

"Publiquei uma foto minha e do Raminhos, tirada pela nossa filha mais velha. Estamos abraçados e eu estou de biquíni, no lusco-fusco do pôr-do-sol na praia onde estamos de férias . Pensei várias vezes antes de a publicar. E decidi fazê-lo porque gosto mesmo da foto e de tudo aquilo que ela representa", explicou.

"'Não devia publicar fotos em biquíni de corpo inteiro porque não a favorece' foi uma das primeiras mensagens que recebi. Noutras perguntavam-me se estou grávida e noutras ainda por que razão eu não tenho vergonha do meu corpo. Há ainda uma rapariga na casa dos 20 e poucos que aproveita para dizer que se gosto tanto de vestidos, devia usá-los compridos para não mostrar as pernas. Enfim, há mais umas quantas mas encaixam-se num destes tipo", continuou, dando a conhecer algumas das críticas.

"Ora bem, o meu corpo não é de revista, nem de catálogo de moda. [...] E, acima de tudo, é perfeito porque é o invólucro de tudo aquilo que eu sou e, caramba, eu gosto mesmo daquilo que sou. E gosto quando isso se reflete numa imagem", sublinhou.

A mulher do humorista finalizou da seguinte forma: "Nestes três dias, também recebi mensagens em que me dizem que sou uma referência por me aceitar [...] E outras pessoas que me consideram uma “mulher real”. Tento ser verdadeira comigo e transmitir o que sou na realidade. [...] Se isso é ser real então acho que sim. Sou real. [...] Vai sendo tempo de sermos todos pessoas mais tolerantes e empáticas. Connosco e com os outros".

Veja a imagem que deu que falar, na galeria de fotografias.