EXCLUSIVO

Ana Sofia Martins é a cara da campanha "Natal a Meias": "Dar aos bombeiros tudo aquilo que eles fazem por nós"

Ana Sofia Martins é a cara da campanha "Natal a Meias": "É dar aos bombeiros tudo aquilo que eles fazem por nós"
Apresentação da campanha "Natal a Meias"

A Calzedonia juntou-se, pelo 2.º ano consecutivo, à TVI, para a campanha “Natal a Meias”, um projeto que visa apoiar a Liga dos Bombeiros Portugueses. A SELFIE fez questão de marcar presença na apresentação deste projeto solidário.

Como embaixadora da marca italiana de legwear, Ana Sofia Martins foi escolhida, uma vez mais, para dar a cara por esta ação, e a SELFIE quis saber como é que a atriz se sente por voltar a abraçar esta iniciativa: "Fiquei muito contente por me terem voltado a escolher. O ano passado fiquei muito empolgada, assim que soube que o Natal a Meias ia reverter a favor dos Bombeiros Portugueses, porque, à partida, os portugueses querem mesmo ajudar. É quase como dar de volta aos bombeiros tudo aquilo que eles fazem por nós, o ano inteiro. 

Também a jornalista Susana Pinto fez questão de estar presente n evento de cariz solidário: "É cada vez mais importante, olharmos para estas causas, já que, às vezes, durante o ano, não olhamos. Mas, pelo menos, nesta altura, que olhemos e estejamos aqui presentes".

"[...] Estas meias são mesmo giras e fazem as delícias de toda a gente. No ano passado, comprei para toda a gente. Para oferecer às amigas, às filhas das amigas. Corri, mais ou menos, isto tudo a meias", contou a pivô da TVI Patrícia Matos.

Já a atriz Sara Prata contou: "Meias é sempre aquele presente que nós brincamos um bocadinho, mas faz todo o sentido. Porque acabamos por ajudar, de certa forma. Não é só um presente, são vários, num só. Esta tradição é para manter e faz muito bem."

"Uma pessoa como eu, que, tenho de confessar, estou sempre a perdê-las [meias], não sei... na máquina, faz todo o sentido, para mim, receber meias e dar meias", brincou João Montez.

"Eu adoro que me ofereçam meias. Quando somos pequeninos, não faz sentido nenhum. Mas, depois, quando começam a ter buracos, faz", confessou Soraia Tavares.

Note-se que os pares de meias estão disponíveis em quatro produtos: para senhora, homem, menina e menino. Os modelos femininos, muito natalícios, contam com detalhes de estrelas em glitter, enquanto o modelo masculino se apresenta com riscas pretas, cinzentas e encarnadas para um look mais clássico. O valor unitário é de 5 euros, por cada par de meias vendido, sendo que 2,50 euros (metade do valor) reverte para a Liga dos Bombeiros Portugueses. A Calzedonia e a TVI têm o objetivo de vender 140 mil pares de meias, esperando angariar cerca de 350 mil euro, contribuindo, assim, para a compra de três viaturas ligeiras de combate a incêndios, cinco fatos para combate à vespa asiática e mais de 300 fatos de proteção.