TVI encerra polémica entre Rita Pereira e Leandro

Redação Selfie
Uma homenagem sentida
Os melhores momentos da terceira gala!
Melhores momentos da terceira gala de "A Tua Cara Não Me é Estranha"
Caracterização para a terceira gala de "A Tua Cara Não Me é Estranha"
Looks de Maria Cerqueira Gomes em "A Tua Cara Não me é Estranha"

Depois da polémica em torno das declarações do cantor Leandro após ter sido avaliado por Rita Pereira, no programa "A Tua Cara Não Me É Estranha", Bruno Santos, Diretor Geral de Antena e Programas da TVI, veio esclarecer que a situação decorreu de um mal-entendido.

Rita Pereira é uma das juradas do programa "A Tua Cara Não Me É Estranha" e, no momento de avaliar a prestação de Leandro na pele de Amália Rodrigues, as palavras da atriz terão sido mal interpretadas, garante, agora, Bruno Santos, Diretor Geral de Antena e Programas da TVI, esperando pôr, assim, um ponto final na "polémica Rita/ Leandro" que, nos últimos dias, tem sido notícia.

Assegurando que "Rita Pereira é uma das caras mais importantes da Media Capital" e que "'A Tua Cara Não Me é Estranha' é um programa familiar e transversal e que transmite valores positivos", Bruno Santos explica que, "ao contrário dos seus pares, a Rita assume, propositadamente, neste programa um papel mais crítico e incisivo com os concorrentes", tudo para que haja "diferentes e complementares dinâmicas no que toca aos jurados".

Depois, o diretor-geral da TVI advoga que, "na passada gala, existiu um claro mal-entendido entre o concorrente Leandro e a Rita Pereira".

"Enquanto a jurada pretendeu elogiar a sua prestação, o concorrente interpretou como uma crítica negativa", explica Bruno Santos, acrescentando: "A verdade é que a Rita estava mesmo a elogiar a sua imitação de Amália, que, de resto, ficou em segundo lugar no programa. A Rita deu-lhe 9 pontos, uma excelente pontuação".

Como se trata de um programa em direto, Bruno Santos elucida, também, que "não existiu tempo, nem espaço, para maiores explicações", o que levou a que, nos dias seguintes, este acontecimento fosse "explorado negativamente, distorcendo-se a verdade dos factos".

Para encerrar, definitivamente, a polémica que, entretanto, se criou em torno do tema, Bruno Santos conclui: "É importante clarificar que já falamos com ambas as partes e que a situação está totalmente esclarecida, tendo sido colocado um ponto final no assunto".