Regina Duarte critica a quarentena com texto polémico e fãs reagem: "Quanta insanidade"

Regina Duarte com Jair Bolsonaro

A atriz e Secretária da Cultura brasileira escreveu um texto, nas redes sociais, sobre o momento difícil que o Brasil e o mundo atravessam, no combate à pandemia Covid-19. As palavras controversas da artista não deixaram ninguém indiferente.

A atriz deixou clara a opinião, manifestando-se a favor do isolamento social apenas "para os grupos de risco", e mostrando-se, assim, indiferente às diretrizes e conselhos da Organização Mundial de Saúde, bem como das informações de estudiosos e epidemologistas sobre a matéria e propagação do vírus Covid-19. 

"Quer ficar em casa? Você quer ficar em casa? Tá Ok! Mas você exige um frentista e posto de combustível aberto pra você sair com seu carro em quer emergência... Você quer ficar em casa? Mas você. exige o Mercado aberto com atendentes, senão sem alimentos você surta! Quer ficar em casa? Mas quer que o porteiro do seu prédio e o zelador estejam trabalhando! Quer ficar em casa? Mas precisa de dinheiro e quer o bancário de plantão no banco pra resolver seu problema! Quer ficar em casa? Mas tem motoristas e cobradores de ônibus trabalhando pra transportar quem precisa de transporte! Quer ficar em casa? Mas o farmacêutico e balconista tem que estar lá pra te servir, né!? Quer comprar pão? Padaria aberta! Quer ficar em casa? Claro, mas Deus o livre se o caminhoneiro parar! Em casa sim, mas com a coleta de lixo em dia pelos garis! Quer ficar em casa? A vida dos outros vale menos que a sua? Porquê ? Porquê eles são obrigados a trabalhar pro seu conforto mesmo num momento de crise desse, e vc não? Isolamento social sim, mas pra grupos de risco, claro! *PRECAUÇÃO, SIM ! CUIDADOS conscientes, SIM, de TODOS PARA TODOS! Brasil acima de tudo, Deus acima de todos!", escreveu Regina Duarte

Nos comentários à publicação, houve quem concordasse com a atriz, e houve quem se sentisse na obrigação de corrigir "o absurdo". Entre os internautas que se manifestaram contra a apoiante do governo de Bolsonoro, tecendo comentários do tipo "quanta insanidade", surgiram caras conhecidas a oporem-se.

"Que absurdo , Regina. Que absurdo. Em primeiro lugar deveriam estar Todos em casa . E devido às exceções , Existem várias campanhas pra essas pessoas que você cita , que não podem parar de trabalhar , estejam protegidas pelo GOVERNO , e este mesmo GOVERNO, que incita que outros, que podem ficar em casa , vão para ruas e inclusive contaminem estas pessoas que não podem parar . A transmissão generalizada. E quem tem pai velho em casa.? E quem tem criança asmática? Cardiopata? E quem divide transporte público e tem problema de imunidade? E quem vai passar pro vizinho que está no grupo de risco pelo elevador , portão , escada? E quem tá na favela e o GOVERNO não tá nem aí? Rezo muito pra isto não se tornar uma tragédia. Porque se isto acontecer . O seu peso na consciência , de apoiar esta insanidade e ir de encontro a ciência acatada no mundo todo , pode ser irreversível. Culpa também faz adoecer. Deus te proteja", comentou a atriz Emanuelle Araujo.

Já Sandro Rocha advertiu: "Querida Regina! Não é bem assim! As pessoas que tem idosos nas suas casas e não tem como fazer isolamento deles? As crianças que vão retornar das escolas vão abraçar seus avós e poderão transmitir! O que mais me espanta é a forma e o jeito no trato público! As medidas podem ser feitas de acordo com uma organização progressiva sem colocar em risco a vida de milhares de idosos até porque nem todos são “atletas” como o Presidente .
Regina , se há alguma histeria é dizer que o Brasil vai quebrar! [...] Defender o indefensável é ser conivente! Vou deixar somente uma cena para você visualizar [...]"