Ana Albernaz

Jornalista na SELFIE

Tem 42 anos, casada e mãe do Duarte, de 11. 
Há quem queira ser cantor e diz que começou a cantar antes de falar. Com a Ana foi mais ou menos a mesma coisa, desde os cinco anos que diz convictamente que quer ser jornalista. 

Nascida e criada em Viseu, aos 13 anos foi estudar para Tondela e aos 17 veio para Lisboa para perseguir o sonho. 
Adora uma boa conversa. Aliás, muitas entrevistas de meia hora convertem-se em uma, “pois as conversas são como as cerejas” - um dos muitos ditados que aprendeu com o avô António, e que usa diariamente.

Foi a última aquisição da equipa, mas é a tem mais experiência das cinco. Para além do trabalho a tempo inteiro na Selfie, a Ana é formadora em várias áreas da comunicação e formação comportamental e colabora ainda com seis publicações. Aliás, a própria classifica-se como uma jornalista híbrida. É que, ao mesmo tempo que é uma máquina a escrever artigos cor-de-rosa, tem uma vasta experiência a redigir artigos de saúde, imagine-se. Seja em papel ou digital, o que ela gosta mesmo é de escrever. 

Como boa beirã, não resiste a comida típica e convívios ruidosos à mesa. Odeia areia e é pouco fã do calor, mas adora os dias agridoces do outono e caminhar sobre as folhas secas a ouvi-las estalar, antes de um serão à lareira.

O seu segredo mais bem guardado? 

“Casei de verde!”

Deste Autor

Mais