urlvisit

Cristina Ferreira sobre Pedro Lima: "Aquela felicidade escondia muitas angústias"

Pedro Lima e a família na Selfie
Liliana Campos partilha homenagem única a Pedro Lima: "Finalmente, encontraste a tua Paz"
Em lágrimas, Sofia Ribeiro despede-se de Pedro Lima: "Uma das pessoas mais amáveis"
Pedro Lima e Anna Westerlund na Selfie
Pedro Lima na ficção da TVI

A apresentadora Cristina Ferreira iniciou "O Programa da Cristina" desta segunda-feira, dia 22 de junho, com um discurso emotivo sobre o ator Pedro Lima.

O falecimento inesperado de Pedro Lima continua a comover o mundo dos famosos. Desta vez, foi Cristina Ferreira quem decidiu prestar uma sentida homenagem ao ator, logo no começo da edição de segunda-feira, dia 22 de junho, de "O Programa da Cristina".

"Das pessoas que eu conheci mais generosas, mais de bem com a vida, era assim que nós o entendíamos. No sábado, quando fui surpreendida logo no início da manhã, o primeiro choque foi o porquê, o que é que aconteceu porque ainda não sabíamos bem o que é que tinha acontecido. Pouco tempo depois, até porque um dos meus melhores amigos é amigo de todos os dias do Pedro, que chorava compulsivamente, me deu a notícia e disse o que é que tinha acontecido. E é aí que nós pensamos que não pode. Não pode porque o Pedro era feliz, era assim que o entendíamos. Aliás, nunca o vi de outra forma em todos os momentos em que estive ao lado do Pedro. O Pedro é feliz, com os seus filhos, com a companheira de há 20 anos... Nunca o vi zangado, nunca o vi mal, nunca o vi sem aquela felicidade estampada no rosto", começa por referir Cristina Ferreira.

"Infelizmente, sabemos hoje que aquela felicidade escondia muitas angústias, talvez muitos medos, muitas tristezas, dores... Talvez um percurso de vida onde estavam ainda fechados muitos momentos não ultrapassados e por isso mesmo o Pedro decidiu a sua vida, neste caso, a sua morte", termina.

 

Recorde-se que, caso esteja a sofrer de algum problema psicológico, tenha pensamentos autodestrutivos ou sinta necessidade de desabafar, deverá recorrer a um psiquiatra, psicólogo ou clínico geral, podendo, ainda, contactar uma das seguintes entidades:

- Conversa Amiga (entre as 15h e as 22h) - 808 237 327 (número gratuito) e 210 027 159

- SOS Voz Amiga (entre as 16h e as 24h) - 213 544 545 

- Telefone da Amizade (entre as 16h e as 23h) – 228 323 535

- Telefone da Esperança (entre as 20h e as 23h) - 222 030 707

- SOS Estudante (entre as 20h e a 1h) - 239 484 020