TVI

Anna Westerlund recorda Pedro Lima: "Durante muito tempo foi muito difícil"

No dia em que se assinalam dois anos após a morte de Pedro Lima, a viúva do ator, Anna Westerlund, deixou uma mensagem emotiva, no Instagram.

Foi há exatamente dois anos que morreu Pedro Lima: aos 49 anos, o ator foi encontrado, sem vida, na praia do Abano, em Cascais, no dia 20 de junho de 2020.

Para assinalar a efeméride, a viúva do ator usou as redes sociais para fazer uma emotiva partilha, na qual fala sobre o período de luto que a família tem vindo a atravessar. 

"No outro dia, li o testemunho do corajoso Dinis, que perdeu a mãe nos incêndios de Pedrogão. E senti que ele descreveu da melhor forma o que também sentimos, por isso faço minhas as suas palavras, com algumas adaptações", começou por escrever Anna Westerlund.

"No dia em que te transformaste em nuvens e canto de pássaros, decidimos fingir que íamos continuar a ser a família mais feliz do mundo. Durante muito tempo foi muito difícil. Sorrir quando não apetecia, fazer piadas por razão nenhuma e jogar às escondidas como se nada se tivesse passado não é para qualquer um. À medida que o tempo foi passando, as pessoas felizes que decidimos continuar a ser foram crescendo em nós e, aos poucos, fomos sendo", continuou a ceramista, confessando: "No entanto, é um grande desafio. Há dias em que essas pessoas felizes não acordam. Há muitos dias em que estamos tristes e temos muitas saudades do Pedro."

"Mas a vida é isto, capaz dos momentos mais felizes e mais tristes. E que, entre o momento em que nascemos e que morremos, saibamos aproveitar a vida da melhor forma. E eu diria que a melhor forma é a amar", rematou Anna Westerlund.

Recorde-se que a ceramista e Pedro Lima viveram uma relação de vinte anos e tiveram quatro filhos: Emma, de 17 anos, Mia, de 15, Max, de 12, e Clara, que completa seis anos, no próximo dia 5 de julho. Pedro Lima foi, ainda, casado com Patrícia Piloto, com quem teve um filho: João Francisco, de 23 anos.

Veja, abaixo, a partilha realizada por Anna Westerlund.

Caso esteja a sofrer de algum problema psicológico, tenha pensamentos autodestrutivos, ou sinta necessidade de desabafar, deverá recorrer a um psiquiatra, psicólogo ou clínico geral, podendo, ainda, contactar uma das seguintes entidades:

- Conversa Amiga (entre as 15h e as 22h) - 808 237 327 (número gratuito) e 210 027 159

- SOS Voz Amiga (entre as 16h e as 24h) - 213 544 545

- Telefone da Amizade (entre as 16h e as 23h) – 228 323 535

- Telefone da Esperança (entre as 20h e as 23h) - 222 030 707

- SOS Estudante (entre as 20h e a 1h) - 239 484 020

Relacionados