TVI24 lança projeto para "acabar com o medo e a vergonha" em relação à violência doméstica

STOP Violência: projeto da TVI quer "diminuir o medo" da violência doméstica

STOP Violência é o projeto da TVI que quer "acabar com o medo e a vergonha" da violência doméstica que, só em 2019, já fez 13 vítimas mortais.

"Há dois números que não me saem da cabeça: em 66 dias, houve 12 pessoas assassinadas em contexto de violência doméstica", começa por explicar a jornalista Andreia Miranda, responsável pelo projeto STOP Violência.

A jornalista explicou à SELFIE qual o objetivo da plataforma, que já está online, realçando que é importante que a ajuda chegue a todo o lado. "Temos reunida, por distrito, toda a informação sobre onde encontrar ajuda e como é que se consegue obter essa ajuda, bem como as instituições às quais se deve dirigir quem necessita dessa ajuda", elucidou.

"A violência doméstica acontece todos os dias", o que se traduz em 618 detidos: "São cerca de 5 detidos por dia!".

Os números traduzem-se em 1308 acusações, 8643 inquéritos abertos e 5382 inquéritos arquivados, segundo os dados do primeiro trimestre de 2019.

Porém, ainda há muito por fazer, até porque "as pessoas continuam a não perceber como é que isto ainda acontece" e "há que deixar de ter medo e receio de pedir ajuda".

"Violência doméstica não é só entre marido e mulher", elucida Andreia Miranda, que acredita que o projeto, que envolve a Procuradoria Geral da República, a Polícia de Segurança Pública, a Guarda Nacional Republicana, a Polícia Judiciária, a Associação Portuguesa de Apoio à Vítima e a UMAR - União de Mulheres Alternativa e Resposta, vem trazer na luta contra a violência doméstica e a desmistificar muitas das ideias preconcebidas acerca deste tema.