Jessica Simpson revela que foi vítima de abusos sexuais na infância

A cantora e atriz escreveu um livro de memórias em que conta os abusos que sofreu na infância, que a levaram ao consumo de álcool e drogas.

Os primeiros excertos do livro "Open Book" foram divulgados na revista People, em que a cantora assume, pela primeira vez, que foi vítima de abusos sexuais na infância.

Jessica Simpson, de 39 anos, contou que os abusos começaram quando tinha apenas 6: "Tudo começou quando partilhei a cama com a fila de um amigo da família. Começou com cócegas nas costas e, depois, avançou para coisas que me deixaram extremamente desconfortável."

A cantora diz que, na altura, teve medo de contar aos pais e que só o consegui fazer já com 12 anos: "Eu era a vítima, mas, de alguma forma, sentia que estava errada."

Depois, Jessica Simpson ganhou fama enquanto cantora e protagonizou o reality show "Newlyweds", com o então marido Nick Lachey, mas escondia a dor. "Eu estava a matar-me com álcool e comprimidos", confessou a cantora, que só em novembro de 2017 deixou de beber.

Para tal contribuiu Eric Johnson que Jessica Simpson conheceu em 2010 e com quem se casou em 2014. Juntos, são pais de três filhos: Maxwell, de 7 anos, Ace, de 6, e Birdie, de 10 meses.

Além do livro, a cantora prepara-se para lançar seis músicas sobre os dramas que passou.

Recorde alguns dos maiores sucessos da cantora.