urlvisit

Após morte trágica da irmã, Yannick Djaló agarra-se à Fé: "Sei que estás com a mãe, cuidem uma da outra"

Após morte trágica da irmã, Yannick Djaló agarra-se à Fé: "Sei que estás com a mãe, cuidem uma da outra"
Yannick Djaló despede-se da irmã
Yannick Djaló chora morte da irmã

Yannick Djaló agradeceu, com um texto emotivo, o apoio que tem recebido dos amigos e fãs, depois da morte da irmã, Açucena Patrícia, a quem presta, agora, uma última homenagem.

"Essa foi a última homenagem prestada a Açu organizada pelos colegas da escola, depois da missa do 7• Dia. Obrigado a todos que estiveram comigo e com a nossa família, obrigado pelas mensagens de carinho e apoio, pelos ombros amigos, pelas orações, pelas conversas de força e coragem. Em especial as pessoas que estiveram do meu lado o tempo todo e que usaram parte do seu tempo para participarem das cerimónias dando força a minha família nesse momento tão difícil. Aos colegas, professores, e amigos da nossa Açu, ao grupo da paróquia, aos meus amigos e colegas que me foram dar um abraço ... muito obrigado! Açu, sei que estás com a mãe, cuidem uma da outra, olhem por nós, que estaremos aqui orando sempre por vocês... mais unidos que antes! Sentiremos sempre saudades! minha Açu", lê-se na legenda da publicação, que mostra as imagens de um tributo muito especial, realizado pelos amigos e familiares da jovem que morreu, aos 17 anos, vítima de um trágico atropelamento, dois anos depois da morta da mãe.

Yannick Djaló mostrou, assim, que é a Fé que o tem ajudado a lidar com a situação. A irmã encontrava-se com um grupo de jovens, quando terá sido atropelada, numa rua que estava fechada ao trânsito por causa das festas de Moita.

O autor do atropelamento, que provocou mais cinco feridos, foi detido no local pela GNR, enquanto a jovem ainda foi transportada até ao Hospital Garcia de Orta, em Almada, onde acabou por falecer.