Fátima Lopes: "As mulheres não são uma propriedade dos homens"

Igor Pires
Fátima Lopes: «Não está escrito em lado nenhum que uma mulher é propriedade de um homem»
Fátima Lopes: «Se ele maltratar a vossa mãe, é pai?»
Fátima Lopes de férias
Fátima Lopes: 50 anos, 50 fotos
Fátima Lopes realiza sonho antigo

A apresentadora Fátima Lopes mostrou-se revoltada com um caso de violência doméstica.

Nesta segunda-feira, dia 18, no programa "A Tarde é Sua", Fátima Lopes apresentou a história dos irmãos André Bernardo e Simão, dois jovens que cresceram num ambiente cercado de violência doméstica do pai contra a mãe. 

Diante a descrição de alguns momentos que chocaram a apresentadora, Fátima Lopes partilhou a sua opinião sobre o assunto. 

"Isso mostra uma mentalidade que não é tacanha, é uma mentalidade da era da pedra. E eu peço desculpa, porque a esta hora muitas pessoas que têm esta mentalidade devem estar chocadas comigo, mas é a minha maneira de pensar e de olhar para isto", começou por afirmar. 

"Nós estamos em 2019 e as mulheres não são uma propriedade dos homens, nós somos pessoas como os homens. Merecemos o mesmo respeito, a mesma consideração, temos os mesmos direitos. Se um homem tem direito a tomar um café, nós também temos direito a tomar um café. Se um homem tem direito a se atrasar, uma mulher também tem direito a se atrasar", continuou.

"Não está escrito em lado nenhum, nem nas religiões mais complexas, que uma mulher é propriedade de homem. Por isso, as pessoas que usam, às vezes, a religião, fazendo-se passar por grandes cristãos e que afirmam que se deve suportar este tipo de situações, agradecia que lessem o Evangelho como deve ser, porque eu também sou católica. Um cristão respeita o outro, não magoa, não maltrata. As pessoas que sabem disto e não abrem a boca são tão más como quem as faz", terminou Fátima Lopes.

Veja a entrevista de Fátima Lopes aos irmãos André e Simão, nos vídeos.