Amigo de Zé do Pipo faz relato do dia do desaparecimento

Saiba onde é que Zé do Pipo foi visto pela última vez
Amigo de Zé do Pipo comenta o desaparecimento do cantor
«Tomámos consciência de que ele estava com um problema grave»
Conheça o perfil de uma pessoa bipolar
«Nunca vi o Zé triste»

O cantor Zé do Pipo está desaparecido há duas semanas. O caso foi abordado no programa "A Tarde é Sua", e contou com a presença de duas bailarinas e um amigo do artista.

"[No dia do desaparecimento] ele ia ao banco e à farmácia. Ficámos preocupados porque ele não voltou, nem respondia aos telefonemas", começou por explicar João Carlos Costa. O amigo do cantor chegou, mesmo, a receber um pedido de ajuda: "Fui contactado pelo Luís Martins [agente], que me pediu se eu não me importava de verificar se tinha acontecido alguma coisa." 

Para comentar o caso, também, Mariza e Elizabete, bailarinas do agrupamento musical Zé do Pipo, marcaram presença no programa conduzido por Fátima Lopes: "Ele dava sinais de que não estava bem. Tivemos a certeza, quando ele teve de ser encaminhado ao hospital", afirmou Mariza. 

Por sua vez, João Carlos Costa admite nunca se ter apercebido de tal coisa: "No ADN do Nuno [Zé do Pipo], estava esta personagem muito antes de ela existir. [...] Nunca vi o Nuno triste, muito pelo contrário, sempre disposto a dar energia e a partilhar coisas para nos fazer rir."

Não se esqueça de ver o vídeo.