EXCLUSIVO

Dina Félix da Costa: "Nunca censurei a Rita, apesar de ser completamente diferente de mim"

As mulheres que marcaram 2017
Personalidades reunem-se num almoço especial
Os melhores momentos de Dina Félix da Costa em "Ouro Verde"
"Ouro Verde": os looks de Dina Félix da Costa
A atriz Dina Félix da Costa nos melhores papeis

Dina Félix da Costa, que venceu o Prémio Personalidade Feminina Lux 2017, na categoria Televisão (Ficção), esteve à conversa com a Selfie.

Os leitores da Lux e os visitantes do site Lux.pt votaram e elegeram Dina Félix. A atriz, de 37 anos, que recentemente fez parte do elenco da novela "Ouro Verde", conquistou o público com a personagem Rita.

"Este prémio foi uma honra e uma grande alegria, e o resultado de muito trabalho e muito foco, que se refletiu neste presente do público. Não podia estar mais contente. O meu ponto de partida para qualquer projeto é nunca censurar a personagem. Acho que é um ponto de partida muito bom e mágico. Com a Rita também foi assim. Nunca censurei a Rita, apesar de ser completamente diferente de mim, e deu-me imenso gozo e prazer dar-lhe vida", recordou a atriz, em entrevista à Selfie.

Dina Félix da Costa aproveitou, ainda, para fazer alguns agradecimentos: "Tenho muitas pessoas a quem gostava de dedicar o prémio, principalmente, à minha família, porque me acompanhou e apoiou sempre. Depois, dedico a toda a equipa do 'Ouro Verde', que foi incansável, à autora, Maria João Costa, que me apoiou bastante e sempre acreditou em mim, ao José Eduardo Moniz, à Helena Forjaz, ao Luís Cunha Velho... Há uma frase que eu uso muito que é: 'Nada se consegue sozinha.' Este prémio é o resultado de um esforço muito grande da minha parte, mas, também, de uma grande empatia e entrega da Ana Saragoça. Fizemos uma dupla muito especial. Também agradeço aos meus filhos na novela, a Júlia Palha e o João Correia, ao Luís Esparteiro, ao Nuno Pardal... Foi um projeto muito feliz."

A atriz revelou-nos, também, que regressará, em breve, à televisão, apesar de ainda não poder falar sobre o projeto, e que está a gravar o filme "A Donzela Que Vai À Guerra", de Marta Pessoa e da Rita Palma, protagonizado por Anabela Brígida e que conta com Miguel Melo no elenco. "Faço uma entrevistadora da rádio dos anos 50", revelou Dina Félix da Costa.

Veja a lista completa de vencedoras:

Música - Carolina Deslandes

Cinema- Dalila Carmo

Teatro - Alexandra Lencastre

Televisão (Ficção) - Dina Félix da Costa

Televisão (Entretenimento) - Ana Sofia Martins

Televisão (Informação) - Alexandra Borges

Literatura - Margarida Rebelo Pinto

Artes Plásticas - Filipa Mota

Moda - Sara Sampaio

Desporto - Joana Moreira, Beatriz Carneiro e Rita Ferreira

Política - Francisca Van Dunem

Negócios - Rita Pereira

Solidariedade - Carla Oliveira