O que é que faz rir Fernanda Serrano?

Redação Selfie / NC
Com quem contracenam João Catarré e Fernanda Serrano em Jogo Duplo?
Fernanda Serrano e João Catarré promovem Jogo Duplo
Fernanda Serrano e João Catarré na Selfie

Fernanda Serrano e João Catarré foram convidados a participar no último programa de "Nunca Digas Nunca" e divertiram os telespetadores, com uma prestação inesquecível.

A dupla de atores foi desafiada a jogar ao "Dá cá mais cinco", um jogo no qual os participantes são chamados a responder às questões lançadas pelos apresentadores, em apenas cinco segundos. Neste jogo, Fernanda Serrano foi a primeira a jogar, respondendo à seguinte pergunta: "Quais as três coisas que te fazem rir?"

O cronómetro começou a contar para a atriz que prontamente respondeu: "Os meus filhos, anedotas e ver alguém cair." 

João Catarré, que se encontrava em desvantagem, foi chamado a responder à seguinte questão: "Quais são as três partes preferidas do teu corpo?". Sem hesitar, o ator respondeu "Pés, mãos e cabeça."

Mais à frente, o ator foi desafiado a dizer três sinónimos da palavra seios. João Catarré respondeu "mamas, peito e 'boobs'", deixando todos os presentes a rir.

Contas feitas, Fernanda Serrano e João Catarré acabaram por empatar, com três respostas corretas.

A dupla de atores aproveitou, também, para falar sobre a nova novela da TVI, "Jogo Duplo", que estreia esta segunda-feira, dia 4.

"O 'Jogo Duplo' é uma história de amor que tem muita ação e alguma ousadia. Os protagonistas são o João Catarré e a Sara Prata e eu sou a sogra [...]. A Maria João Barbosa é muito divertida, fogosa e espirituosa", começou por dizer Fernanda Serrano.

João Catarré aproveitou para lançar um apelo aos portugueses: "Não podem poder porque é uma história completamente diferente [...] mas a estética e a imagem são diferentes. O empenho dos atores, da produtora, da realização e de todas as pessoas envolvidas é imenso, logo, o resultado é diferente e tem muita qualidade."

Reveja, agora, as imagens do último episódio de "Nunca Digas Nunca".