Acusada de afastar João Catarré da filha, Sandra Santos quebra o silêncio

Sandra Santos

Na sequência da notícia que dava conta de um alegado mal estar entre Sandra Santos e João Catarré, nas gravações da novela "Jogo Duplo", a atriz decidiu quebrar o silêncio e emitiu um comunicado.

"Foi publicada uma notícia que tem como único objectivo a calúnia e a humilhação contra a minha pessoa, baseada em falsidades que me repugnam", começou por escrever a atriz, nas redes sociais.

Acusada de afastar João Catarré da filha, Francisca, de dois anos, Sandra Santos emitiu, ainda, um comunicado, no qual sublinhou que "não há pressões, nem ciúmes, nem necessidade para tal. Apenas a vontade de que ambos possam ser felizes, seja com quem for, protegendo sempre a felicidade e o são crescimento da filha que têm em comum".

“A atriz Sandra Santos, a participar na novela 'Jogo Duplo', da TVI, partilha elenco com o seu ex-companheiro, João Catarré, sem que isso seja um problema para qualquer um dos dois; não se pode afirmar que o ambiente é mau, porque ambos são, acima de tudo, profissionais, e dedicam-se ao sucesso dos papeis que lhes foram confiados pela produção da novela”, pode ler-se.

Sobre as alegações que a acusam de impedir o ex-companheiro de ver a filha, o comunicado diz, ainda: “O casal tem um acordo de regulação do poder paternal que é cumprido por ambos. Conforme será seguramente confirmado pelo pai, João Catarré, jamais a actriz o impediu de ver a filha, e jamais o fará, principalmente porque a atriz Sandra Santos considera que o bem primordial é o bem-estar da filha de ambos.”

Uma vez que estão separados desde dezembro de 2016, para Sandra Santos não faz, sequer, sentido, falar em ciúmes: “Tendo a separação ocorrido há já bastante tempo, dizer-se que há ‘problemas’ fruto dos ciúmes, é incorrer na mais pura e feia especulação”.

Por fim, a atriz considera de que as acusações de que foi alvo são “falsas, humilhantes, infundadas, e altamente lesivas da sua dignidade enquanto mãe e mulher”.