Rita Ferro Rodrigues arrasada por criticar a escolha de apresentadoras da Eurovisão

Rita Ferro Rodrigues

Rita Ferro Rodrigues criticou o painel de apresentadores para o Festival da Eurovisão 2018, por este não ter em conta a diversidade racial. Houve muitos seguidores que não gostaram da observação e fizeram-se ouvir.

A escolha de apresentadoras para o famoso festival não devia contemplar "apenas pessoas brancas", foi o que defendeu Rita Ferro Rodrigues. O comentário na página de Twitter da apresentadora valeu-lhe inúmeras críticas.

"Vejamos: 2017 foram só homens a apresentar a final da Eurovisão, 2018 só mulheres. Nada a apontar. Grave é o facto de ambos os painéis serem compostos apenas por pessoas brancas. Por tudo o que isto significa ao nível das oportunidades e da representatividade. Falamos sobre isso?", lê-se na publicação.

Vários seguidores defenderam que a escolha de apresentadores se deve basear no mérito do profissional e que não deve ter, como critério, a raça. Este tipo de observações levantou, assim, inúmeras questões, que recordaram a discriminação por género, por orientação sexual, entre tantas outras.  

Apesar de não concordar com a falta de "representatividade", Rita Ferro Rodriguez sublinhou que nada tem contra as apresentadoras convidadas: "Tenho a maior admiração e até amizade por aquelas mulheres fantásticas".

Recorde-se que Daniela Ruah, Filomena Cautela, Sílvia Alberto e Catarina Furtado preparam-se para apresentar o Festival Eurovisão 2018, em Lisboa, no Altice Arena.